quinta-feira, julho 09, 2009

Dhoom 2

De: Sanjay Gadhvi. 2006.
Com: Hrithik Roshan, Aishwarya Rai, Abhishek Bachchan, Uday Chopra, Bipasha Basu e Rimi Sen.
Sinopse: Sequência de ''Dhoom'' (2004), produção bollywoodiana sobre gangue de motoqueiros ladrões em Mumbai. Aqui, os malfeitores serão caçados por dois obstinados policiais (Abhishek Bachchan e Uday Chopra). Ele pretendem chegar ao líder (Hrithik Roshan), que é um ladrão internacional conhecido como Mr. A.
Crítica: Antes de mais nada, vale ressaltar que adoro musicais, dos mais clássicos antigões aos atuais, portanto, passei a gostar muito de cinema indiano também, que mexe muito com isso, música e dança, 2 elementos que não podem faltar nos filmes de bollywood, uma indústria cinematográfica que mais produz filmes por ano no mundo!
Ultimamente ando assistindo vários filmes indianos, que dificilmente serão lançados de maneira oficial no Brasil, o que acho uma pena, menos mal que pode-se conseguí-los de outra maneira. "Dhoom 2" é o primeiro que estarei comentando esse ano aqui no blog, futuramente postarei críticas de outros que assisti a pouco tempo!
Bom, já havia curtido e adorado muito o primeiro (nota 7.5 - visto em 2006), com essa continuação não foi diferente, achei um pouquinho inferior, mas bem pouca coisa que seu antecessor, o roteiro praticamente se repete, mudando apenas o vilão da vez (Hrithik Roshan) e sua parceira de crimes (Aishwarya Rai - atriz mais famosa da índia na atualidade - depois eu comento mais sobre ela), coisa que não atrapalhou em nada o desenvolvimento da trama recheada de belíssimos números musicais.
O filme aproveita com eficácia o sucesso do primeiro, alcançando resultados históricos nas bilheterias do ano passado, tornando-se num dos filmes mais rentáveis, tanto a nível nacional (foi o filme mais visto na índia em 2008) como internacional (em outros países asiáticos).
Se no primeiro havia elementos que faziam lembrar o "Velozes e Furiosos", com motos turbinadas ao invés de carros, esse segundo a lembrança maior é do "Missão Impossível", em cenas inspiradas (copiadas também tá valendo..hehe..) da trilogia protagonizada por Tom Cruise, o que acho absolutamente normal, pra mim não é nenhum incômodo, sinal de que os indianos estão ligados nos filmes do ocidente. A longa duração (2h30 minutos), também não foi problema, aliás, isso foi algo que não senti, e dependendo do filme, que foi o caso desse, quanto mais longo, melhor, até por que é difícil achar filmes indianos com menos de 2h de duração, fato que já me acostumei!
O elenco tráz nomes bastante conhecidos de bollywood, claro que, pra quem costuma acompanhar os filmes daquele país (que é o meu caso)!!!
Abhishek Bachchan (ator mais famoso e requisitado da índia da atualidade) e Uday Chopra repetem a parceria vista em "Dhoom", o primeiro (Jai no personagem) é um sujeito mais sério, sempre com cara de poucos amigos, o segundo (Akbar) cai pro lado mais cômico e engraçado, piadas são com ele; a bela Rimi Sen (esposa de Jai aparece grávida num papel coadjuvante, no primeiro ela teve mais destaque); Bipasha Basu é outra beldade e novidade no elenco, uma morenaça estonteante de tirar o fôlego, belíssima, mas os grandes acréscimos que deram aquele gáz nessa continuação são sem dúvida:
Aishwarya Rai, (lindíssima e maravilhosa, uma deusa..hehe..) que eu já tive a oportunidade de vê-la em outros filmes, que não é só bonita não, é boa atriz, tem talento e carisma de sobra, não é atoa que sua carreira em bollywood é muito bem sucedida, na sua filmografia já consta 44 filmes de 1997 pra cá, carreira essa que já ganha espaço internacional, pois ela já andou marcando presença em alguns filmes de hollywood, achei que ela se enquadrou legal no espírito dessa sequência contribuindo para que o filme fosse ainda melhor. Pra quem não a conhece, veja as fotos abaixo!
E Hrithik Roshan (dançarino nato) no papel do vilão (Mr. A - não tão vilão assim - especialista em roubos, truques e disfarces) que manda bem no papel, o cara consegue passar uma melhor empatia para com o espectador do que a própria dupla de protagonistas, as melhores cenas de ação são com ele, a inicial do trem no deserto eu achei bem legal.
Mas o que chamou mais atenção tanto no primeiro, como nesse segundo são os video-clipes, os números musicais inseridos dentro do contexto durante o filme, pra quem curte música no estilo pop-dance-indiano é um prato cheio, no filme anterior foram 4, nesse teve 5 (6 se for contar aquele dos créditos), todos muito bem feitos, contagiantes e excepcionalmente muito bem coreografados, numa sintônia perfeita entre todos os envolvidos na movimentação (os indianos dançam pra caramba), compostos por uma produção impecável de muita qualidade técnica e visual, uma marca registrada de bollywood, nesse capricho, cuidado e carinho que eles tratam os momentos de música e dança dos seus filmes, coisa que admiro bastante, acho muito bacana mesmo, mas as ótimas músicas ajudam muito nisso, curti e gostei de todas (devidamente baixadas da rede) que são do mesmo nível de qualidade das músicas do filme anterior, portanto, achei novamente show de bola a trilha sonora!
Cenas de ação não são o forte do cinema de bollywood (o que eles fazem de melhor foi comentado no parágrafo acima) mas são notáveis e elogiáveis as que ocorrem aqui, além da cena inicial já citada, também destaco a sequência de perseguição pela cidade (com Mr.A usando patins na fuga), e a do clímax final, outra perseguição, que tem como ápice a sequência dentro do túnel, onde se usa muito nessas cenas o slow motion, elemento que dá aquela certa ênfase maior nos movimentos e malabarismos visuais, recurso também usado na apresentação dos personagens, em cenas que valorizam o corpo dos atores e atrizes!
Ah, vale mencionar a sequência filmada no Rio de Janeiro na praia de copacabana, momento não menos importante no filme, que mostra pros indianos a beleza natural da cidade maravilhosa e suas belas paisagens!
Enfim, um filme leve e relax, funciona legal como passatempo altamente agradável e delicioso de se ver, que serve tanto para o público masculino, como o feminino, como se viu aí nas imagens, os atores indianos destacados irão agradar o mulheriu, assim como, as belas atrizes citadas que são aquele colírio para olhos dos marmanjos..hehe..um filme para ambos os sexos tirar proveito daquilo que lhe convém!
Recomendável pra quem curte muito cinema indiano, para se ter uma melhor apreciação, e um terceiro filme será muito bem-vindo, eu particularmente adorei esses 2 primeiros, que venha o "Dhoom 3"!!!
Nota 7.0!
Visto em Março/2009

16 comentários:

Vinícius P. disse...

Puxa, acredita que nunca vi nenhum filme nesse estilo "bollywoodiano"? Aliás, nunca nem tinha ouvido falar de tal produção. Achei interessante ter números musicais...

Bruno Soares disse...

Tb nunca vi nada daquelas bandas. Esse me parece ser trash. Seja para o bem ou para o mal.

Abraço!

Charles disse...

Fala Diego! Depois do cinema asiático tá querendo se embrenhar no indiano também, rs? Gosto dos filmes da Mira Nair, mas conheço bem pouco dos Bolywoodianos...

abs.

Dewonny disse...

Vinícius, vale a pena descobrir o cinema de bollywood, se vc curte musicais, tem grande chance de gostar dos filmes daquelas bandas de lá!

Bruno, de trash, esse filme ñ tem absolutamente nada!

Charles, mas a índia faz parte da ásia ñ?..hehe..sempre curti cinema indiano, acontece q era raro de se ver, ultimamente tenho conseguido ver mais coisas de lá!

Abs! Diego!

BRENNO BEZERRA disse...

ISSO É QUE É SER FÃ DO CINEMA ASIÁTICO, GOSTEI DE VER.

Gleydson disse...

Diegão! 'Tão todas as fotos aí agora. ;-)

Abração!!!

Dewonny disse...

Hehe..vlw Brenno!

Gleydson amigão, vlw pela visita e pela ajuda, finalmente tá td certo agora! Maravilha!

Abs! Diego!

Gustavo H.R. disse...

Soa curioso. Não conhecia esse.
Ainda bem que não é a continuação de DOOM! :P

Wally disse...

Nossa, nunca tinha ouvido falar! Alias, "Bollywood" é uma incógnita para mim, infelizmente.

Ciao!

Warny disse...

Fala Diego!
Valeu pela visita no blog, não conheço muito do cinema indiano ainda, vale a pena mesmo começar a ver algumas produções.
E veja o Apenas o Fim que vale a pena!
Abraço!
Warny

altieres bruno machado junior disse...

Olá Diego

Também gosto bastante de musicais, mas ainda não tive oportunidade de conferir um filme indiano nesse estilo. Nas locadoras também é difícil achar, como vc faz pra assistir? vc baixa da internet?

Abraços e até mais.

Takeshi disse...

já ouvi falar desse badalado "Dhoom", só não imaginava que tinha esse visual arrojado. E que gatas! Aishwarya Rai é de uma beleza rara.

Até hoje só assisti a uma produção de Bollywood: "Asoka", épico melodramático, mas é bom.

Pelo o que vejo, há poucos títulos indianos ainda nas locadoras brasileiras, isso deve mudar, afinal estamos falando da maior indústria cinematográfica mundial.

Dewonny disse...

Gustavo, ñ tem nada a ver com esse q vc disse..hehe..

Wally, vale a pena descobrir o cinema de bollywood, garanto q irá se surpreender!

Warny, vale a pena sim, cinéfilo q é cinéfilo tem sempre q aprofundar seus horizontes pra todo tipo de filme de qualquer canto do mundo..hehe..

Altieres, é isso msm, infelizmente é muito difícil msm esses filmes chegarem ao Brasil, nenhuma distribuidora se interessa em adquirir os direitos de exibição para lançá-los no mercado de dvd, mas pra mim isso ñ é problema, pois se acha muitos na rede para baixar, correndo atráz se acha..hehe..

Abs! Diego!

Dewonny disse...

Takeshi, eu conheço esse Asoka, mas ainda ñ assisti, e de cinema indiano, eu já devo ter visto uns 20 filmes, que me faz ter um pouco de conhecimento, mas falta muita coisa, pois sabemos q bollywood produz por ano mais filmes q hollywood com certeza, mas como disse acima, a divulgação desses filmes no Brasil é pífia, uma pena!
Abs! Diego!

Takeshi disse...

Vamos ver se com a popularização da novela "Caminho das Índias", a situação mude. Já até enxergo a Globo cuidando da distribuição desses filmes. hehehe.
Obs.: Não assisto essa novela.

Dewonny disse...

Tomára Takeshi, Deus te ouça..hehe..