sexta-feira, abril 13, 2007

Primavera, Verão, Outono, Inverno... E Primavera

De: Kim Ki-Duk. 2003.
Com: Oh Yeong-Su, Kim Ki-Duk, Kim Young-Mim, Seo Jae-Kyeong, Ha Yeo-Jin, Kim Jong-Ho, Kim Jung-Young, Ji Dan-Han, Choi Min e Park Ji-a.
Sinopse: Ninguém é indiferente ao poder das quatro estações e de seu ciclo anual de nascimento, crescimento e declínio. Nem mesmo os dois monges que compartilham a solidão, em um lago rodeado por montanhas. Assim como as estações, cada aspecto de suas vidas é introduzido com uma intensidade que conduz ambos a uma grande espiritualidade e a tragédia. Eles também estão impossibilitados de escapar da roda da vida, dos desejos, sofrimentos e paixões que cercam cada um de nós. Sobre os olhos atentos do velho monge vemos a experiência da perda da inocência do jovem monge, o despertar para o amor quando uma mulher entra em sua vida, o poder letal do ciúme e da obsessão, o preço do perdão, o esclarecimento das experiências. Assim como as estações vão continuar mudando até o final dos tempos, na indecisão entre o agora e o eterno, a solidão será sempre uma casa para o espírito.
Crítica: Taí um filme que consegue dizer muita coisa, apesar de não existir muitos diálogos, a profundidade do conteúdo é incrível, a temática dessa produção é simplesmente ótima, um filme bem calmo e relaxante de se ver, extremamente agradável acompanhar o modo de vida de 2 monges em meio a natureza, que é onde entra a beleza da fotografia através de paisagens que nos passam sentimentos de leveza e muita tranquilidade, um filme bem delicioso de assistir pra esquecer dos problemas da vida e se atirar de corpo e alma em momentos de pura reflexão enquanto nos é mostrado as passagens de tempo em cada estação, isso tudo que acabei de dizer foi a impressão que fiquei após ter parado pra pensar logo que o filme terminou, e vemos que tudo na vida se renova e segue adiante, show de bola o final, quando começa, a primeira estação mostrada já vem com tudo na lição que passa, a segunda foi a minha preferida, as seguintes também deixam a sua valoroza mensagem, enfim, um filme de arte bastante espirituoso, que não é pra qualquer um (deixo isso bem claro..rs..) e com um título extremamente sensacional, fiquei feliz de tê-lo visto, uma obra indispensável pra quem tem bom gosto pela sétima arte!!!
Nota 8.5!
Filme Visto em Março/2007

2 comentários:

Gustavo disse...

Esse é um dos próximos que irei baixar...parece muito interessante mesmo...

gilberto disse...

Posta os links ai pra baixar galera