quarta-feira, novembro 14, 2007

À Prova de Morte

De: Quentin Tarantino. 2007.
Com: Quentin Tarantino, Kurt Russell, Rosario Dawson, Mary Elizabeth Winstead, Vanessa Ferlito, Marley Shelton, Sydney Tamiia Poitier, Rose McGowan, Zoë Bell, Shannon Hazlett, Marcy Harriell, Jordan Ladd, Omar Doom, Michael Parks e Eli Roth.
Sinopse: Dublê (Russell) persegue um grupo de garotas pelas estradas americanas em um carro à prova de mortes.
Crítica: Um filme bem tarantinesco como era de se esperar, Tarantino fez questão de colocar suas características já conhecidas nessa sua obra em parceria com Robert Rodriguez que foi lamentávelmente separado no lançamento aqui no Brasil, aqui em “Death Proof” (título original), a ser lançado no ano que vem, o filme tem como destaque muitas mulheres bonitas no elenco, e muitos diálogos, conversa jogada fora é o que se vê durante muitos minutos onde é preciso ter paciência na espera das coisas acontecerem, mas claro que isso não é nenhum incômodo em se tratando de Tarantino, destaque também para as diversas cenas em que pés femininos são devidamente mostrados (fetiche declarado do diretor). A ação se resume a uma cena na metade (muito bem elaborada e filmada diga-se de passagem a colisão que ocorre entre os carros), e no clímax final naquela reversão de papéis muito bem sacada que passa a mensagem que o filme propôs, adorei o final, bem irado, só o Tarantino mesmo pra inventar essas coisas..hehe..num todo, o filme é bacana e legal de se ver, esperava mais, mas gostei.
Nota 7.0!
Filme Visto em Junho/2007

3 comentários:

Kamila disse...

Cinéfilo que é cinéfilo nunca pode deixar de passar a oportunidade de assistir a um filme do Tarantino. Pena que vai estrear tão longe do filme do Rodriguez. Preferia assistir aos dois filmes juntos, como foram lançados nos EUA.

Dewonny disse...

Isso mesmo, Tarantino é o kra!
Um dos cineastas mais bacanas e cool da atualdiade, lamentável mesmo o que fizeram com "Grindhouse", além de terem separado os filmes, colocaram o lançamento de ambos no Brasil bem longe um do outro, uma pena!

Rodrigo Siqueira de Souza disse...

A trilha sonora é ótima!!!