quarta-feira, agosto 19, 2009

O Equilibrista

De: James Marsh. 2008.
Com: Philippe Petit, Annie Allix, Jean-Louis Blondeau, Ardis Campbell, David Demato, David Forman, David Roland Frank, Barry Greenhouse e Aaron Haskell.
Crítica: Gostei bastante desse documentário, simplesmente excelente, muito bem contada a proeza do cara, tudo nos mínimos detalhes: a idéia, a motivação, o plano, o apoio dos amigos, os equipamentos a serem usados, e por fim, a execução, um feito brilhante de um francês bastante corajoso e de atitude ímpar de realizar tal proeza, na verdade uma loucura, quem iria imaginar alguém que fosse andar durante uma hora sobre um cabo de ferro suspenso entre as duas torres do World Trade Center em Nova York, sem qualquer equipamento ou rede de segurança? outro fato curioso é que o acontecimento foi em 1974, coisa que eu nem sabia que havia ocorrido até ficar sabendo do documentário, vivendo e aprendendo, foi gratificante conhecer uma história fantástica que nem essa, um desafio e tanto para um simples mortal, adorei os materiais de arquivo, depoimentos dos envolvidos, vídeos e imagens (belíssimas e inspiradoras).
O diretor inglês James Marsh foi muito feliz na condução da narrativa, que consegue atingir um resultado muito interessante e um certo envolvimento do começo ao fim para com o espectador, apesar de sabermos que no final o feito será realizado conforme planejado, fica no ar aquele clima de suspense enquanto tudo está sendo preparado, sempre achando que alguma coisa poderia dar errado em momentos de pura apreensão, apesar de que o protagonista seja um dos depoentes (Philippe Petit hoje com 60 anos sobreviveu pra contar a história), portanto, sabe-se que ele está vivo, mas mesmo assim, a produção consegue criar diversas emoções em quem assiste, é por aí um dos grandes feitos desse documentário que conta outro feito de maior proporção ainda! Bastante merecido o oscar que levou esse ano! Disparado o melhor documentário que já assisti!
Nota 9.0!
Visto em Março/2009

14 comentários:

Gema disse...

Também tenho muito interesse em ver o documentário, gostei das promos em torno dele e agora com a nota que deste ainda me motivaste mais ;)
Bjs

altieres bruno machado junior disse...

Olá Diego

Eu achava que este filme fosse uma ficção ou no máximo baseado em fatos reais. ENTÃO É UM DOCUMENTÁRIO! Não gostei muito de saber que é um documentário. Talvez um dia eu assista.

Abraços e até mais.

Kau Oliveira disse...

Olá, Diego. Já adicionei seu blog no Bit of Everything!

Sobre o documentário, assisti pela metade. Não pude ver inteiro pq tinha um compromisso no dia. Mas até onde vi, achei interessante. Vou procurar ver por completo.

Abs!

Bruno Soares disse...

Tenho vontade de ver. Quando passar por aqui o farei. hehe

Abraço!!

Cetreus Nominal disse...

Dewonny!
Faz um bom tempo que queria vim aquir me apresentar!
Prazer, me chamo Marcelo, conhecido como Cetreus e tenho um blog de cinema conhecido como Cinemotica.

Bom, já não é a primeira vez que venho aqui, e analisei seus textos e nao hesitei em colocar voce nos blog que indico.

Aliás, quanto ao atual post, incrivel o equilibrio do Phillipe, nao é ? Aliás, eu sempre fui vibrado pelas torres, entao sou suspeito em avaliar qualquer coisa ligada a elas.

Abraços e nao deixa de visitar meu blog!

http://awardmovies.blogspot.com

Mayara Bastos disse...

O filme já está disponível em DVD mas ainda não o vi na locadora onde frequento. Parece ser maravilhoso mesmo. ;)

Beijos!

Thiago MB disse...

Olá, tudo bem? Vou adicionar seu blog tbem, obrigado :D não vi esse filme, aliás, preciso me atualizar em vários filmes, ultimamente nao tenho visto muito. Abraço :D

Vinícius P. disse...

Esse filme me surpreendeu completamente, assim como você também o considero como um dos melhores documentários que já vi.

Dewonny disse...

Gema, Bruno e Mayara, vale a pena, espero q gostem!

Altieres, dá pra se dizer q é um documentário filme, pois a história contada aconteceu, o q faz da produção ser ainda melhor, diferente daqueles documentários q falam de um tema específico entendeu!

Kau, obrigado, seja bem-vindo, e assista o resto do filme quando puder!

Marcelo, seja bem-vindo kra, já andei vendo seu blog, muito bom, e realmente, impressionante a concentração do kra pra se manter equilibrado naquela altura, sensacional a proeza do francês!

Thiago, vlw kra, seja bem-vindo aí!

Vinícius, é isso aí!

Abs! Diego!

Fernando disse...

Já tinha ouvido falar, mas ainda não assisti. Chama a minha atenção, além da fantástica capacidade do se equilibrar em lugares impensáveis, a capacidade do diretor em prender o documentário de forma a deixar a história atrativa aos telespectadores até o final do filme. Fiquei curioso pra ver!

Weiner disse...

Diego, tudo jóia?
Bom, eu assisti "O Equilibrista" há bastante tempo, na época do Oscar ainda - tinha achado para baixar. Na ocasião achei-o muito bom. Porém, não sou fã declarado de documentários, nunca gostei muito. Prefiro ficção mesmo.
Abraços e obrigado pela visita!
Tá linkado! ^^

Wally disse...

Adoro documentários. "Tiros em Columbine" é meu absoluto preferido, mas quem sabe este "O Equilibrista" me impressione tanto. Sua crítica com certeza me desperta o maior dos interesses.

Diego Rodrigues disse...

Também gostei bastante de O Equilibrista. Mas mais do que dar créditos ao diretor, temos que aplaudir o próprio Petit, que vem com uma energia sem igual para contar a história de sua vida. Nunca vi alguém tão empolgado com um documentário como ele. Notável.

Dewonny disse...

Fernando, é isso msm, o diretor realizou um belo trabalho ao contar essa magnífica história!

Weiner, blz kra, seja bem-vindo, e eu tbm ñ sou fã de domunentário, vejo lá um q outro q me chame muito atenção, prefiro filmes msm, mas esse documentário é tipo um filme, pois temos um fato q aconteceu, na qual foi muito bem contado!

Wally, esse q vc disse ainda ñ vi, mas quem sabe um dia, espero q goste do equilibrista!

Diego, com certeza, adorei conhecer a história desse francês, q realizou algo pra se orgulhar pro resto da vida!

Abs! Diego!