quarta-feira, setembro 23, 2009

K20: A Lenda da Máscara

De: Shimako Sato. 2008.
Com: Takeshi Kaneshiro, Takako Matsu, Tôru Nakamura, Kanata Hongô, Yuki Imai, Takeshi Kaga e Jun Kunimura.
Crítica: Produção japonesa muito bacana, enredo bem interessante do ladrão misterioso, que prende a nossa atenção, causando interesse do começo ao fim na tentativa de desvendarmos a verdadeira identidade do sujeito, que é especialista em disfarces e nos truques pra fugir da polícia, sendo que o dito cujo está a todo tempo na frente dos nossos olhos, mas isso a gente só vai saber na revelação final, que eu acabei matando a charada antes do tempo (mas muitos não irão perceber), porém, essa não era a única surpresa reservada para o clímax muito bem pensado e elaborado!

A história se passa numa cidade japonesa fictícia em 1949: "Teito", a capital do Império governada por ricas famílias burguesas. O banditismo é algo comum nessa sociedade, onde muitos vivem na miséria e roubam para sobreviver.

Heikichi Endo (Kaneshiro) trabalha num circo fazendo um número que é atração na cidade, ao se envolver numa das aparições de K20, é acusado de ser o tal famoso ladrão, iniciá-se aí sua luta para provar sua inocência e recuperar o prestígio abalado na sociedade que lhe admirava, será que ele conseguiu? só vendo o filme pra saber, é claro que não irei contar, hehe!

K20 é um mascarado conhecido como o "Ladrão das 20 Faces" ou simplesmente K-20, mas não é do tipo Robin Hood - que rouba dos ricos para dar aos pobres - seu interesse maior é de roubar uma famosa tela da nobre Família Hashiba com fins obscuros.

Takeshi Kaneshiro (do sensacional "O Clã das Adagas Voadoras" e dos ótimos e ainda inédios no Brasil "Red Cliff 1 e 2") faz toda a diferença nessa produção, o cara está muito legal no filme, um desempenho bastante significativo, rapidamente criá-se uma empatia com o seu personagem que descobre que caiu numa cilada tendo a sua respeitável posição cair por terra! Fotografia, trilha sonora e efeitos especiais são outros destaques positivos que valem o registro!

O elenco ainda tráz nomes como Tôru Nakamura (de "Tokyo Raiders"), na qual me foi interessante constatar um fato a cerca de sua filmografia - pois esse não é o único filme visto desse ator - coisa que ajudou muito para o entendimento da trama) e a bela Takako Matsu, sua personagem rende algumas cenas divertidas num raro momento bem-humorado do longa, que não é composto por grandes cenas de ação, ficou bem claro que a importância maior da diretora Shimako Sato era o roteiro, este foi muito bem escrito no capricho, como diz um grande amigo meu: o enredo é redondinho!

Um filme que me surpreendeu, não esperava que fosse ser tão bom, entertenimento de primeira de muita qualidade, quem for assistir esperando encontrar um filme comum de super-herói, que abusa dos clichês nas cenas de ação, dramaticidade superficial e personagens que tentam sem sucesso copiar o padrão hollywoodiano irá cair do cavalo, em K20 não temos espaço para essas presepadas!

Nota 8.0!
Visto em Setembro/2009

18 comentários:

Bruno Pongas disse...

Não sou lá dos grandes entusiastas do cinema japonês, mas esse parece ser legal! Só soou um pouco trash ^^

Abs, cara!

Dewonny disse...

Bruno, eu já adoro o cinema japonês, na verdade o asiático no geral, e de trash esse filme ñ tem nada!
Abs! Diego!

Gema disse...

Parece-me um filme interessante, é pena eu não conhecer muito bem o cinema asiático, pois já fui lendo aqui no teu blog filmes que me parecem bem interessantes...
Bjs

Alexandre disse...

Caramba, os japoneses estão em todos os gêneros e sub-generos mesmo rsrsrs.

Vai pra lista !

Gustavo H.R. disse...

What!? Como de praxe, não conhecia, mas as stills chamaram a atenção.

uís disse...

Nossa... tem uma aparência de Zorro esse filme.
Será que um foi inspirado no outro?

A japinha de branco até parece a Catherine Zeta-Jones!

Vou assistir a esse filme assim que puder.
Aqui perto da minha casa, a locadora só tem filmes modinhas. Não tem variedade, filmes alternativos...
;/

Dewonny disse...

Gema, se ñ conhece, passará a conhecer e ter muitas dicas por aqui..hehe..

Alexandre, é isso aí, o cinema no japão ñ brinca em serviço, tenho visto muitos filmes de qualidade de lá!

Gustavo, realmente ñ é muito conhecido esse, até por que ñ foi lançado no Brasil, e nem está previsto o lançamento tbm!

Luís, fica só na aparência, é bem diferente do Zorro!

Abs! Diego!

Takeshi disse...

O ator Toru Nakamura é um velho conhecido dos filmes de ação japoneses da década de 1980-90, mas infelizmente conhecemos muito pouco de sua filmografia.

A bela Takako Matsu, também com seus 33 anos de idade continua nos encantando com sua beleza e atuação. Ela está no ótimo drama de samurai "Hidden Blade" do diretor Yoji Yamada. Quem não viu, eu recomendo que veja agora.

Takeshi Kaneshiro é um ator/popstar mestiço de pai japonês e mãe taiwanesa, mas ele é natural de Taiwan. Ele tem ao seu favor a união das duas culturas, podendo atuar em praticamente em todo o continente asiático sem problemas. Pra quem não sabe, os idiomas mandarim, cantonês e japonês são bastante diferentes. Já atuou em novelas (doramas) japoneses na década de 90 e em diversos filmes dos variados gêneros em Hong Kong. E vem melhorando na atuação, mostrando que não é um mero "galã metido".

Takeshi disse...

A diretora Shimako Sato não possui uma grande filmografia, mas têm muitos trabalhos como roteirista, como o próprio K-20 e muitos seriados. Ela dirigiu em 1992 o terror inglês "Tale Of A Vampire" estrelado por Julian Sands - o vilão de "O Medalhão".

Júnia L. disse...

Tentei encontrar seu comentário sobre Watchmen e nao achei. Depois você poderia me enviar o link
bjo

Alex Gonçalves disse...

Boa tarde Diego.

Duas coisas.

1º: MUITO OBRIGADO por todos aqueles seleos. Atualizarei em breve a coluna do Cine Resenhas com todos eles e espero em breve realizar uma postagem de todos aqueles que andei recebendo.

2º: Estou com muita vontade de assistir "Ironias do Amor", um filme do qual mal sabia que se tratava de uma refilmagem de um longa oriental. Curiosidade interessante, que despertou a minha vontade de procurar pelo original.

Ah, e sobre "K20: A Lenda da Máscara" é outra produção comentada por você que nem conhecia. Mas gostei da premissa misteriosa, assim como de algumas imagens que ilustra o texto.

Abraços!

Rodrigo Mendes disse...

Cara,
achei da hora a sinopse do filme, acho que estou tendo um DEJAVU, me parece que eu já vi a capa na video locadora do meu bairro, vou perguntar pro atendente se tem..hehehe

me pareceu V DE VINGANÇA de olhos puxados, rs!

Abraço.

Rodrigo Mendes disse...

outra coisa, o Takeshi Kaneshiro é ótimo, CLÃ DAS ADAGAS VOADORAS é formidável vi no cinema!

Mais um motivo pra eu procurar este filme, acho q tem mesmo na locadora do meu bairro.

altieres bruno machado junior disse...

Olá Diego

O cinema oriental sempre me surpreende. Não sei como você descobre essas pérolas, mas pela história e imagens o filme parece ser bem interessante. Só não sei quando e como vou conferir, pois na locadora que eu pego DVDs não encontro esses filmes. O jeito vai ser "baixar" na Internet!!!

Abraços e até mais.

Luís disse...

Eu perguntei na locadora sobre esse filme. Não está disponível no catálogo.
¬¬

Takeshi disse...

Já era de se esperar Luís, pois este é um filme que foi lançado em dezembro do ano passado nos cinemas japoneses.

Ygor Moretti Fiorante disse...

As imagens são bem interessantes mesmo hein, não fazia ideia do longa, valeu pela dica.

abraço!@

Dewonny disse...

Takeshi, muito obrigado pelas informações, q deixaram esse post ainda melhor, vlw brother!

Júnia, te mando em seguida!

Alex, seria legal vê-lo comentando algum filme do oriente, espero q consiga ver esse no futuro! Sobre My Sassy Girl, recomendo ver o original primeiro q é melhor, mas o remake ficou longe de ser ruim, vale a pena tbm!

Rodrigo, q eu saiba esse filme ainda ñ foi lançado no Brasil, mas na net vc acha fácil pra baixar!

Altieres, na net se acha de td..hehe..baixo muito filme asiático, pq se for esperar o lançamento no Brasil, é melhor esperar sentado..rs..muito demoram uma eternidade, outros, se quer serão lançados, a alternativa é baixar!

Luis, pois é, ñ tem previsão do lançamento no Brasil!

Takeshi, é isso aí!

Ygor, aqui no blog vc estará sempre a par de algumas produções do oriente, além de ser prazeroso assistí-los, é ainda mais prazeroso divulgá-los pra grande massa q pouco conhece sobre cinema asiático, a maior paixão deste q vos escreve..hehe..

Abs! Diego!